top of page
Buscar
  • assessoriasesunipa

Entidades da Educação Federal convocam paralisação de 48h em 7 e 8 de novembro




ANDES-SN, Sinasefe e Fasubra convocam docentes, técnicas e técnicos-administrativos para uma paralisação de 48 horas por valorização das e dos profissionais da educação, nos próximos dias 7 e 8 de novembro. O objetivo é avançar na mobilização do Setor da Educação, em decorrência da falta de resposta concreta do governo à pauta de reivindicação das servidoras e dos servidores públicos federais.


Entre as demandas, está a inclusão do funcionalismo federal na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2024, com o resgate para a recomposição das perdas salariais dos últimos anos; a reestruturação das carreiras; a equiparação de benefícios entre servidores e servidoras dos diferentes Poderes e o “revogaço” de medidas que prejudicam o conjunto da classe trabalhadora, assim como o arquivamento da PEC 32/20, da contrarreforma Administrativa.


Em reunião das entidades da Educação realizada na semana passada foi proposto e aprovado, em seguida também pelo Fórum de Entidades Nacionais de Servidores Públicos Federais (Fonasefe), protocolar novo ofício no Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) solicitando que a próxima reunião da Mesa Nacional de Negociação Permanente (MNNP) seja realizada dia 8 de novembro e que, de fato, o governo apresente respostas concretas às pautas.


Nesse sentido, para ampliar a pressão, o ANDES-SN convoca todas as seções sindicais a realizarem assembleias debaterem a adesão à paralisação de 48 horas, com reuniões nos locais de trabalho para dialogar com toda a categoria. A paralisação da Educação Federal faz parte de mais uma jornada de lutas do Fonasefe.


No dia 7 de novembro acontecerá outra plenária unificada das categorias do serviço público federal que compõem o Fonasefe, com o tema "Governo, queremos respostas às nossas reivindicações!". Na ocasião, serão debatidas as estratégias de luta para o próximo período e, no dia seguinte, entidades de outros setores também aderem à mobilização da Educação e realizam paralisações em Brasília e nos estados.

5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page